Opinião

#aflição

Cada vez é mais difícil ir a um quarto de banho num centro comercial, num café ou num bar.

Acertar no sanitário certo é uma verdadeira lotaria, cujo prémio vai muito além dos euros e dos milhões. No lugar dos tradicionais bonequinhos bem distintivos de homem e mulher que faziam a separação da clientela, foram surgindo figuras estilizadas que me confundem de tal forma que só respiro de alívio quando entro no WC e vislumbro urinóis. Nem os símbolos de masculino e feminino ajudam, porque me obrigam sempre a pensar uma fração de segundo que pode ser preciosa em situações aflitivas. É certo que até poderemos estar a caminhar para tempos de WC mistos ou unissexo - "muda-se o ser, muda-se a confiança, todo o mundo é composto de mudança" -, mas nesta matéria continuo a ser um aflito tradicionalista.

*Jornalista

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG