Opinião

#Cidreira?Jáhá!

Os grandes assuntos voltam ciclicamente e é nas crises mais profundas que mais sentido faz falar neles.

De dois em dois anos, anos pares, a minha rotina é colecionar pequenos retângulos autocolantes com cabeças de jogadores de vários países, popularmente designados por cromos. Seja Europeu ou Mundial, desde que Portugal lá esteja, eu encho os cofres da Panini.

O sucesso da seleção nas últimas duas décadas tem sido a minha desgraça financeira. Isso e a delirante imaginação da Panini para inventar mais e mais cromos por caderneta. Contudo, a pandemia virou isto do avesso. Em 2020, não há Europeu, não há caderneta.

E eu, que por esta altura já devia estar no mercado paralelo em busca dos cromos em falta, entusiasmo-me agora sempre que vou rasgar uma "carteirinha" com a saqueta de chá lá dentro. Parece mesmo uma "carteirinha" de cromos. Até o barulho do papel a ser dilacerado é igual.

Estou sempre a ver quando me sai um chá de Éder para colar. Mas, por enquanto, tenho só cidreira, cavalinha e limão com menta para trocar.

Desconfinamento - o povo tem de voltar à rua, os combustíveis tornam a subir. E o cromo sou eu?

*Jornalista

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG