Opinião

#gunnersaurus

Quando soube do despedimento do Gunnersaurus, a mascote do Arsenal, tive logo a preocupação de ver como paravam as modas por aqui.

Pelo que consegui apurar junto de fontes mal informadas, o Jubas, dada a penúria verde e branca, faz uns biscates no Jardim Zoológico; a águia Vitória vai ser emprestada a um clube romeno, com opção de compra por 120 milhões, sendo substituída pelo Urubu do Flamengo, que além de ser mascote pode jogar a 8, a 9, a 10, a central e a guarda-redes, justificando os 25 milhões de investimento; o Draco anda a negociar a renovação, mas o mais certo é sair a custo zero para o Wolverhampton, que com tantos jogadores "tugas" precisa de quem os incentive em português.

O Gunnersaurus é que não me sai da cabeça. De certeza que o bicho queria ganhar mais do que o salário mínimo. E toda a gente sabe que o grande mal da economia, aquilo que pode deitar abaixo um país, é o aumento do salário mínimo! Ninguém entende os nossos empresários! Vá lá que em Inglaterra ainda há quem perceba da coisa: o Arsenal despediu 55 pessoas por causa de problemas financeiros e gastou mais de 80 milhões de euros em reforços. É a economia, estúpido!

*Jornalista

Outras Notícias