Opinião

Um voto de confiança

Se alguém esperava um Governo de mão pesada, ou assustado perante a insistência dos alertas de especialistas receosos dos efeitos do alívio de medidas no período de Natal, teve uma surpresa ao ouvir anunciar o que aí vem. Se no Natal estava prometido um "mínimo de regras", também no Ano Novo, para quando António Costa tinha aludido a "todas as restrições", acabou por ser leve o quadro desenhado, incluindo com abertura da restauração até de madrugada.

A decisão presta-se a análises catastrofistas, porque há muito quem defenda rigor total, como têm demonstrado as sondagens. Mas o anúncio de António Costa revela, pelo contrário, um voto de confiança aos portugueses e à responsabilidade individual. Revela reconhecimento pela maturidade que a população tem demonstrado no cumprimento das medidas das últimas semanas. E denota ainda um sentido essencial de respeito pela intimidade das famílias, recusando-se a determinar um número máximo de pessoas para os encontros próprios da quadra festiva.

Até ao Natal faltam ainda dias decisivos de contenção, que terão um teste intercalar no dia 18, altura em que poderá ser revista a proposta agora apresentada ao país. Resta esperar que os portugueses correspondam à liberdade que lhes está a ser dada, evitando que o mês de janeiro, tradicionalmente frio e com incidência elevada de gripe, obrigue a cuidados redobrados e pressão acrescida sobre o Serviço Nacional de Saúde.

Todos sabemos que este será um Natal diferente, mas nem por isso faltam fórmulas para ajudar a que não seja tão pesado. Não apenas no cuidado com as questões sanitárias, mas sobretudo olhando para os que mais têm sofrido com a dureza desta crise. Nas escolhas dos presentes que oferecemos. Na atenção e ajuda a causas que valham a pena. No tempo reservado para fazer chegar presença a quem mais sente a solidão de um ano cheio de muros. Na capacidade de projetar esperança e um ano verdadeiramente solidário e novo em 2021. Será utopia, mas a anormalidade destes tempos exige-a.

*Diretora

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG