Opinião

#Bolsonaro

Já tiveram sonhos repetidos? A mim acontecia-me subir uma enorme escada e depois cair de uma altura considerável. Nunca cheguei a sentir o impacto da queda porque acordava antes, estremunhada.

As palavras de Bolsonaro parecem um pesadelo repetido. Piores ainda são as ações. O presidente do Brasil é daquelas pessoas que vivem a acreditar que são a exceção para a regra, e que o merecem ser por desígnio divino ou por mérito. Não anda de máscara, apesar de esta ser obrigatória no país - para os outros, não para ele -, paga as multas por não o fazer e orgulha-se disso, insulta e ameaça jornalistas quando questionado sobre o facto de andar de cara destapada enquanto o país está vergado a uma trágica crise sanitária. Deixa o país na aflição de já ter enterrado mais de meio milhão de vítimas da pandemia. Meio milhão! E segue, ainda com milhares de pessoas que o apoiam, na vida real, não em sonhos. Pior ainda, retirou a máscara a uma criança, com as próprias mãos, para tirar uma fotografia. É de loucos.
A sua queda política até pode vir a ser grande, mas o pesadelo em que mergulhou a nação é muito maior, repetido há meses.

*Jornalista

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG