Opinião

Benfica FC03

Foi bonito o derby. Desde aquele abraço efusivo à boca do túnel entre o benfiquista que levou o Sporting à glória e o sportinguista que levou o Benfica à "pandumia".

O primeiro teve a gentileza de trocar Palhinha e João Mário, mas logo o segundo retribuiu com o inenarrável Gabriel em vez de Taarabt e a saída de Pizzi quando fazia o jogo da época. Nas redes sociais, e em grupos de benfiquistas, emerge a questão como uma garrafinha de plástico impossível de afundar: do que precisamos na próxima época para ser campeões?

Trabalhoso, mas simples: transferir o presidente para a Carregueira, o treinador para a Casa do Artista, devolver o Gabriel ao Chimarrão do Campo Pequeno, dar uma chance ao Pedrinho no futsal, explicar ao Nuno Tavares que aquele programa de apanhados da SIC já acabou há bué, vender os dois ou três que ainda conseguirmos vender, investir no mercado nacional - Al Musrati, Fábio Cardoso, Beto -, impedir o Mendes de meter o Gonçalo Ramos nos Wolves por 15 milhões, redescobrir o Seixal, ah, e rezar muito.

Quanto àquele vice-presidente que não sabe o que é guarda de honra mas acha que guarda de honra é o que os adeptos deviam fazer a LFV, dir-lhe-ei que não sei o que é levar com um piano que lamentavelmente caiu do sétimo andar mas levar com um piano que lamentavelmente caiu do sétimo andar é o que lhe recomendo.

Enfim, ao menos para o ano o público voltará às bancadas da Luz e outra águia cantará. Ou não. Ou talvez sim. Deixa ver o que a Liga diz. Ou desdiz. Ou o Cabrita, ou a Temido, ou a DGS, ou a UEFA, ou a OMS, ou os testes-piloto. Ou se calhar espera e sonha entretanto. Shéu a presidente, Paulo Fonseca ou Marco Silva ou Luís Castro ou Leonardo Jardim a treinador.

A subir

Santa Clara, os meus Açores à beira da Europa.

PUB

A descer

LFVieira. Se quiserem saber porquê, mandem-me isso por escrito que depois respondo.

*Adepto do Benfica

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG