O Jogo ao Vivo

Opinião

#Belo

O caso de Ximenes Belo e os alegados abusos sexuais de menores são um bom exemplo da seriedade com que a Igreja Católica tem enfrentado este problema ao longo dos anos. Aparentemente, toda a gente sabia das suspeitas, mas o caso foi tratado internamente, com uma palmadinha nas mãos: Belo enfrentou umas "restrições disciplinares" a partir de 2020, apesar de haver denúncias desde 2002. Nunca passou pela cabeça de ninguém falar com as autoridades civis, por se tratar de um crime que tem de ser investigado. Com a devida diferença na gravidade, soubemos esta semana de acusações de assédio no futebol feminino, com a revelação de mensagens de um treinador para algumas atletas. O Rio Ave defende-se dizendo que falou com o treinador sobre umas suspeitas e ele negou. Após estas intensas diligências dignas do Inspector Clouseau, caso encerrado. A pensar assim, mais vale fechar de vez os tribunais e usá-los para habitação a custos controlados, acabar com o Ministério Público e dar formação de medicina aos magistrados, para evitar encerrar urgências de hospitais, e mandar os polícias plantar couves e batatas, que o preço da comida está pela hora da morte.

*Jornalista

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG