Opinião

#estalinismo

Pondo-me no lugar do extraterrestre que chegou hoje a Portugal, fico com a sensação que estou num país estalinista, onde todos os passos são controlados por um Estado autoritário, que não tolera o livre-arbítrio dos cidadãos.

A indignação com a lista de proibições nos bares das escolas é tal, que fiquei espantado por não haver referência a gulags no decreto do Governo que lista os produtos proibidos e recomendados. É certo que esta medida não vai acabar com a obesidade infantil: é preciso um plano que incuta às crianças o gosto pelo exercício físico, e os doces e comida de plástico podem continuar a ser consumidos se vierem na mochila de casa ou do café do outro lado da rua. Mas a saúde e um estilo de vida saudável também se ensinam na escola e a obesidade, tal como o excesso de álcool e o tabaco, mata.

Jornalista

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG