Opinião

#suave

A mobilidade suave nas grandes cidades fará parte do nosso dia a dia. Já a adotei há alguns meses e passei a vir trabalhar de trotineta, um momento de lazer em dia laboral. Perfeito para quem vive a poucos quilómetros do emprego. E se em Lisboa se arrancam ciclovias, para voltar a dar ao carro o lugar de destaque, noutras cidades crescem os espaços para tornar bicicletas e trotinetas algo mais do que uma brincadeira. E no resto deste país, em que a Almirante Reis se tornou tópico artificialmente nacional? Autocarros de longe a longe e que podem, ou não, chegar a horas. Comboios lentos. E o carro como única solução para quem precisa de se movimentar no dia a dia. A "capital do império" tem de ser o exemplo, mas o problema que devíamos estar a discutir está muito para lá do eixo Praça do Comércio/Avenidas Novas.

*Jornalista

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG