O Jogo ao Vivo

Opinião

#windfall

Em Londres, ainda Boris Johnson estava em Downing Street e já se tinha decidido taxar os lucros extraordinários das petrolíferas (windfall tax). Em Madrid, propôs-se taxar de forma extraordinária o lucro extraordinário da banca e setor da energia. Em Viena, há propostas em discussão para a aplicação de uma taxa semelhante. Em Roma, já houve uma primeira aplicação da medida, apesar de nem tudo ter corrido bem. Em Washington, o Senado propôs uma taxa, apesar de não ser fácil que passe no Congresso. Em Bruxelas, o governo local já anunciou uma forma de "windfall tax", com base em legislação pré-existente. Também em Bruxelas, a União Europeia - essa perigosa organização esquerdista - está a preparar uma taxa semelhante a 27. Em Lisboa, o Governo PS está com pena das empresas que estão a aumentar os lucros enquanto aproveitam a crise. "As empresas não estão preparadas", diz ao JN o ministro Costa e Silva, enquanto a Apetro, a associação que representa as empresa petrolíferas, até não se mostra contra uma medida desse tipo, dentro de certos parâmetros. E surge na memória a batida frase de Nanni Moretti, em Abril: "Diz qualquer coisa de Esquerda".

*Jornalista

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG