por outras palavras

Nem 8 nem 80

Tantas vezes injustamente acusado de promover o facilitismo, o GAVE parece ter levado a coisa a mal e, nos testes intermédios deste ano, desatou a exigir, não diria o impossível, mas o improvável: que os alunos saibam alguma coisa.

Mas no teste de Ciências Físico-Químicas do 9º ano terá ido longe de mais, exigindo a jovens de 15 anos que, entre outras coisas, saibam contar até 8. É certo que a prova permitia o uso de calculadora mas afigura-se um exagero supor que, ao final de 9 anos de escolaridade, os alunos já tenham aprendido a carregar 8 vezes na tecla 1 e, depois, na tecla "Total".

Se não, veja-se a pergunta de abertura do Caderno 2: "O sistema solar é constituído pelo Sol e pelos corpos celestes que orbitam à sua volta. Actualmente, considera-se que os planetas que fazem parte do sistema solar são Mercúrio, Vénus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Neptuno. Em 2006, Plutão deixou de ser classificado como um planeta, embora continue a fazer parte do sistema solar. [Pergunta:] Actualmente, considera-se que o sistema solar é constituído por quantos planetas?".

Já no Caderno 1 se exigia também que os alunos soubessem que, a 100º centígrados, a água entra em ebulição em vez de solidificar.

Com testes destes, visando aferir o desempenho dos alunos "por referência a padrões de âmbito nacional" lá se vão o "direito ao sucesso" desses alunos e a sua rápida entrada no mercado do desemprego.