O Jogo ao Vivo

Opinião

Bolhão, uma ideia à prova de bala

Bolhão, uma ideia à prova de bala

No passado fim de semana, fui ao Melting que teve lugar na nova joia da coroa do Porto: o renovadíssimo Mercado do Bolhão. Não foi a primeira vez que lá estive nem será a última vez que lá vou. Aproveito para aqui deixar um conselho de amigo: estimados portuenses, mal possam façam lá uma visita, que vão ter mais um motivo de orgulho na nossa cidade.

Depois das obras, o Bolhão ficou uma verdadeira obra de arte. Seguramente que vale muito a pena lá ir às compras, mas o Bolhão agora já é muito mais que um mercado de produtos frescos. Valeu a pena esperar.

Devo dizer que já imaginava, mas não há nada melhor do que ver para crer e nisso S. Tomé tinha carradas de razão. Estão perfeitamente justificadas as visitas de milhares de portugueses e estrangeiros que lá têm percorrido o Bolhão e as suas entranhas, desde que ele voltou a abrir as suas portas ao público. Sendo muitos aqueles que nessas visitas usam muito mais os olhos do que as carteiras.

PUB

No jantar gastronómico que abriu "oficialmente" este Melting, no não menos excelente Oficina (do chef Marco Gomes) o presidente da Câmara do Porto recordou em boa hora que "a afirmação do património identitário de uma comunidade depende, em boa medida, da capacidade de preservação e valorização dos seus hábitos alimentares e da sua tipicidade gastronómica "Por isso, este Melting Gastronomy Summit encaixou como uma luva na mundividência do Porto". Voltando a Rui Moreira, "porque somos uma cidade de bem comer, que gosta de estar à mesa e tem muito orgulho na sua cozinha tradicional - embora não se feche a outras gastronomias mais ou menos distantes".

Foi no criterioso respeito por estes princípios que os vários chefes e outros intervenientes desta Cimeira Gastronómica internacional no Porto pautaram as suas ações e as suas propostas gastronómicas. Intervenientes que incluíram até um recente chef "estrelado" pela Michelin, o meu amigo Vasco Coelho dos Santos, que comemorou assim a sua distinção em pleno Mercado do Bolhão numa espécie de encontro de estrelas.

Tudo razões de sobra para perceber como andaram bem os organizadores e a Câmara do Porto, esperando o tempo necessário para que o Bolhão pudesse ser o cenário ideal para esta segunda edição do Melting. Esta ideia de fazer o Melting no Bolhão mostrou ser uma ideia à prova de bala.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG