Opinião

Uma nova comunidade

Sobretudo no mundo dos negócios, cada vez mais competitivo à escala global, não serve de nada remar contra a maré.

Prosseguindo na mesma linguagem, o que interessa é "surfar" a onda. Em vez de a tentar parar por qualquer meio ao nosso alcance. Esta atitude é superválida em termos sociais e pessoais, mas é ainda mais pertinente no universo empresarial. Especialmente numa economia de mercado como aquela em que vivemos e as nossas empresas trabalham.

A nossa indústria têxtil, vestuário e moda (ITV) com o seu enorme saber de experiência feito (ao longo de muitas décadas) é o que já começou a fazer há vários anos, como não seria de esperar outra coisa.

É exatamente o que todos os profissionais e interessados neste setor poderão testemunhar hoje e amanhã, no Edifício da Alfândega do Porto, visitando a edição 54 do Modtissimo, o único salão da fileira têxtil que se realiza em Portugal. Como ainda se podia ler na semana passada em várias publicações e sites internacionais especializados no tema, como a revista "Embassy", a "Luxiders Magazine", o Fashionnetwork.com ou a espanhola "Global Fashion", Portugal está na linha da frente na vanguarda da moda sustentável. O nosso JN já tem noticiado muitas dessas façanhas mais mediáticas como as fibras feitas com reciclagem de plástico recolhido nos oceanos ou novas texturas nascidas com utilização de cortiça e outros produtos naturais, mas a performance da nossa ITV tem muito mais que se diga em todas as vertentes desta nova e importante macrotendência mundial.

É hoje perfeitamente claro que há uma nova comunidade que se rege por valores e preconceitos diferentes e como defendia acima, independentemente de pessoalmente poderem existir convicções contrárias, o que têm de fazer as empresas é cavalgar essa nova onda.

Conversando diariamente com muitos empresários do setor, com as associações como a ATP e a ANIL, as escolas e o Citeve, o Centro Tecnológico de referência já internacional, fico ciente de que tudo está a postos para entender e trabalhar para esta nova comunidade e a melhor prova disso é a enorme paleta de novidades que compõem o Espaço Green Circle que volta ao Modtissimo e à Alfândega do Porto. Totalmente renovado e ainda mais impactante depois do enorme sucesso nacional e internacional que teve na sua estreia em 2018.

Empresário