Opinião

#fitas&sons

Esta semana houve atribuição de Oscars em Los Angeles. Em várias categorias. Pelo que se vai lendo e ouvindo, Lady Gaga e Bradley Cooper são os únicos vencedores.

Nada como falar em paixão, quase beijos, romance e de uma mulher ciumenta, a Irina, para se esquecer o "resto": realizadores, produtores, atores e outros que fazem cinema. Hollywood está em grande.

Hoje à noite há Festival da Canção. A final em Portimão. A escolha derradeira antes de Telavive. NBC ou Conan Osiris? Não sei. Só sei que são nomes apontados como favoritos. Se fosse em Hollywood ganharia NBC, afrodescendente, obrigado a deixar a terra que navegadores ocuparam, boa figura. Osiris teria mais dificuldades. É mais cinema europeu, fora da caixa, nada festivaleiro, imprevisível.

NBC canta em sofrimento, apela à igualdade. Conan diz que partir telemóveis é preferível a partir corações. Mas os telemóveis são precisos esta noite. Se se contar só com telefones fixos para a votação pode ganhar quem, por estes dias, viveu com ciúmes de tanto favoritismo. E não será a Irina, de certeza.

*Jornalista