Opinião

#verde?

Tenho acompanhado o percurso de Conan Osiris, em Telavive. As redes sociais mostram os bastidores de um festival que tem euro na designação mas é cada vez menos europeu.

O representante de Portugal revela o seu espírito rebelde, pouco dado a eventos impostos e que desmancha tudo o que é sério. Verdade seja dita que só tem melhorado a cantar "Telemóveis". A interpretação nos dois ensaios foi boa, mas a tentação para ser diferente pode sair cara. Osiris conquistou o público português com adereços que, em Israel, pôs de lado. Verde é o fato, a máscara mudou e até os saltos de João Moreira não convencem. Os seguidores apelam para que não insista no verde, que se vista de branco como em Portugal. Pelos vistos, não terão sorte. O cantor já disse que o estilo escolhido é mais internacional. Terça-feira é a primeira prova de fogo. Que o verde seja de esperança e não de raiva.

Jornalista