Imagens

Últimas

Miguel Conde Coutinho

#presidenciais

Restam poucas dúvidas de que nas presidenciais haverá recorde de abstenção, por várias razões: Marcelo tem a vitória assegurada (embora arrisque uma segunda volta); a pandemia não vai dar tréguas durante muito tempo; mantém-se a convicção nacional de que a Presidência da República é uma instituição com pouca relevância prática; e não esqueçamos o principal fator, que é esta pobre coleção de candidatos, incapaz de entusiasmar para além dos mais fervorosos apoiantes.