Opinião

PRR: solução ou desilusão?

PRR: solução ou desilusão?

À medida que os anos passam, Portugal perde competitividade face a outros parceiros europeus.

Entrados na pandemia, os instrumentos de auxílio aos países da União Europeia foram robustecidos também com o denominado Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e Portugal não foi exceção.

Alegadamente, este Plano consiste num "amplo documento estratégico, onde estão plasmadas reformas estruturais fundamentais para assegurar a saída da crise pandémica e garantir um futuro resiliente para Portugal".

E é sobre este documento que vale a pena refletir. Terminou ontem o período de consulta pública e recolha de todos os contributos vindos dos agentes e associações dos vários setores e sobram críticas que nos devem preocupar.

Primeiro, a relativa surdez a que o Governo nos habituou para quaisquer contributos ou propostas que saiam fora da esfera restrita do próprio Governo e organismos sob a sua tutela, o que faz temer o pior no que respeita à correção e melhoria da proposta em discussão pública.

Igualmente, identificamos um excessivo enfoque com a "resiliência" e "reformas" do Estado e entes públicos e escassa aposta nas empresas e na economia real, como motores de saída da crise em que nos encontramos. Diria mesmo que a proporção é de um para três, no que respeita aos apoios dirigidos ao tecido económico e à capitalização das empresas.

Embora saibamos que "quando tudo é prioritário, nada é prioritário", também estranhamos que a resiliência projetada nada tenha a apontar para a cultura e para o desporto.

PUB

Não confundamos a cultura e desporto olhando para os seus públicos ou adeptos, mas sim os seus agentes, promotores, criadores e investidores. Afinal, estas duas atividades, tão relevantes, não significam emprego e investimento? Em Espanha, estes setores mereceram uma estratégia própria e com valores induzidos muito relevantes. Portugal não precisa?

Não podemos falhar, e qualquer gestão eleitoral dos calendários e das verbas será especialmente censurável, mas muito ao estilo socialista.

Deputado do PSD

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG