Imagens

Últimas

Pedro Marques Lopes

Narrativas

Ainda não percebi se são as constantes idas das autoridades policiais e judiciais às instalações benfiquistas que estão a disfarçar os Pedrinhos e Weigls, se é o falhanço rotundo do maior investimento de todos os tempos feito em Portugal numa equipa de futebol que distrai as pessoas da quantidade sem fim de indícios de, digamos, irregularidades. Mas percebi, e não é de agora, que há uma capacidade enorme de disfarçar tudo o que mau acontece ao nosso principal adversário.

Pedro Marques Lopes

Uma entrevista cristalina

Ler insinuações, difamações e julgamentos de caráter não é propriamente algo que deixe alguém bem-disposto. No entanto, o comentador Rui Santos, numa entrevista que deu ao jornal "i", quase conseguia ser divertido. É-o, aliás, muitas vezes quando veste o fato de grande salvador do futebol, da ética e dos bons costumes. Sejamos justos, não é só divertido, vê-lo a vender a sua mais do que pretensiosa superioridade moral é de ir às lágrimas. A sua opinião é bacteriologicamente pura, a dos outros é refém de esquemas maléficos; o SOS racismo diz que Rui Santos fez declarações "inequivocamente racistas e xenófobas", mas ele acha que há é uma tramoia para esconder problemas financeiros; o Rodolfo só merece consideração se disser o que o homem que vive do futebol mas passa a vida a dizer mal dele e a declarar o que ele acha certo - só quem não conhece o capitão pode pensar que alguém o pode condicionar, o grave é que o comentador sabe isso.