O Jogo ao Vivo

Opinião

Até ao Mundial e mais além

Até ao Mundial e mais além

A frase original, em bom rigor, era "até ao infinito e mais além". Mesmo sabendo que o Benfica sendo eterno é também infinito, adoto uma versão mais modesta por saber que, no futebol, o sucesso se constrói passo a passo, jogo a jogo.

A este Benfica exuberante, sem qualquer derrota e com apenas três empates em jogos oficiais, só faltam mais dois jogos antes da paragem relevante, para o Mundial. Por isso, faz sentido pensar que o primeiro objetivo é concluir este período e os dois jogos que faltam (Estoril e Gil Vicente) sem baixar o ritmo, vencendo-os.

O Benfica marcou 20 golos, em quatro jogos. O que conseguiu em Haifa foi épico e é por isso que o Benfica vai jogar com o Brugge e não com o Bayern. Já no Estoril, não só manteve o nível, goleando, como mostrou mais alternativas e capacidades.

PUB

Foram muitos os agoiros lançados pelos nossos adversários, por comentadores, fossem adeptos ou especializados e supostamente isentos.

Só a título de exemplo: era o excesso de jogadores na pré-época; o desconhecimento de Schmidt da Liga portuguesa; a dificuldade em lidar com as defesas fechadas das equipas nacionais; o problema quando encontrasse equipas mais exigentes; o ter de jogar no Dragão; a desmoralização depois de ser cilindrado pelo PSG; o plantel que era escasso; o treinador que não rodava o suficiente. Falharam todos. O último agoiro é, agora, que a paragem para o Mundial ou até que o mercado de janeiro quebre esta máquina vencedora. Mais uma vez, cabe ao Benfica contrariá-lo e manter a consistência até ao Mundial e mais além...

Ponto positivo: António Silva (goleador), João Mário e Rafa em destaque no Benfica líder.

Ponto negativo: O Braga depois de perder com o Casa Pia.

Adepto do Benfica

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG