VITOR ESPADINHA

Factos e fatos

Reuniram-se os presidentes dos três grandes, o presidente da Federação e o da Liga. Os outros clubes não puderam meter o "nariz onde não eram chamados"! Lindo! Democracia pura! Pinto da Costa, Luís Filipe Vieira e Frederico Varandas, juntos! Assunto a ser estudado pelo Guinness Book of Records! A reunião foi tão importante que o único facto a sobressair foi o fato de Varandas: era o mais bem vestidinho de todos! Não sabe falar mas veste-se bem! Acho que os clubes da Liga principal deviam seguir o exemplo da manifestação do 1. º de Maio na Fonte Luminosa! Enquanto o vírus que veio da China durar, todos os jogadores a dois metros de distância uns dos outros, incluindo os adversários! Deixariam de existir penalties, e os jogadores do Sporting jogariam um futebol sem manhas. Dizem os encarnados que, em dez milhões de portugueses, seis são benfiquistas (?!). Nem é preciso recorrer à matemática, basta um simples silogismo, para chegarmos à conclusão que a maior parte dos árbitros são do Benfica!

Frase de Jorge Jesus: "O Flamengo "quere-me" muito!". Fez-me lembrar uma bailarina francesa, que conheci nos tempos idos do Parque Mayer, e me sussurrava: "Je te veux tellement, chérie." Fala-se (e escreve-se) na ida do Jorge para o Newcastle! O treinador, depois do seu fluente desempenho em português e portunhol, faltava-lhe, no seu portfólio, o inglês nas entrevistas. E lá teríamos a BBC ou a Netflix a convidá-lo para uma série cómica!

Durante este negro período do "vírus que veio da China", nas minhas leituras diárias, cansei-me de tudo o que diz respeito às "férias" do Ronaldo na Madeira! Todos os dias a treinar, com filho, sem filho, a marca do fato, das chinelas, o pijama em seda pura da Dior, o Mercedes que ofereceu à mãe, as irmãs, os cunhados, as crianças e, quase sempre, o rabinho da Georgina. Ronaldo, vê se começas a jogar à bola senão qualquer dia ficamos a saber a que horas fazes xixi!

Rir faz bem à saúde! Agora, mais do que nunca, precisamos de nos divertir com aqueles programas televisivos da bola, com os comentadores todos a falarem ao mesmo tempo e, muitas vezes a gritarem, e nós, em casa, família reunida, a tentar perceber o que eles dizem, e a decifrar qual o clube do coração do Rui Santos, segredo mantido há tantos anos. Outro caso para o Guinness Book of Records!

Saudades de bola. É um facto.

*Adepto do Sporting

o autor escreve segundo a antiga ortografia

Outras Notícias