Opinião

#CRtudo

Antes de voltarem a pronunciar-se sobre a falência intelectual e física do povo português, devem os velhos do Restelo refletir um pouco sobre a proliferação de génios que por aqui anda, ao ponto de já ter passado de moda dizer que somos descendentes de D. Afonso Henriques, Camões ou Viriato, para a malta da beiras.

Enquanto povo, passamos agora a ser os dignos herdeiros de Cristiano Ronaldo, embora sem direito ao quinhão da fortuna que, por estas linhas, já estará a navegar no cérebro dos mais materialistas.

O que nós herdamos verdadeiramente, até porque o futebolista está mais vivo do que nunca e espera-se que assim continue por muitos e bons anos, foi outra a coisa. Isso mesmo em que não estão a pensar: a capacidade de dar à luz Ronaldos aos molhos noutros setores de atividade que não o futebol.

Há os para todos os gostos. Da química à geometria descritiva, da moda à culinária, da gestão à música, existe sempre mais um Ronaldo de qualquer coisa.

*Jornalista

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG