Opinião

#mulheres

A FIFA pede para as estações de televisão evitarem transmitir imagens de mulheres bonitas nas bancadas, devido às queixas de sexismo apresentadas durante o Mundial de futebol, na Rússia. Quando estamos a assistir a um evento desportivo, as imagens do público são quase sempre o que menos importa e, assim sendo, pode nem fazer grande diferença. Mas peca por defeito. Nesse caso, também as mulheres feias são dispensáveis, bem como os homens, mais ou menos esbeltos. Depois, há o conceito de bonito. Aquela que é uma bela mulher para mim, pode ser feia para o operador de câmara, ou vice-versa. E o mesmo se aplica aos homens. A FIFA também é, portanto, discriminatória e sexista. A não ser que haja aqui rabo escondido com outro Mundial de fora: dentro de quatro anos, o torneio será disputado no Qatar, onde as senhoras andam, normalmente, mais preenchidas com roupa do que os astronautas nos passeios espaciais, e a intenção pode muito bem ser desabituar os telespectadores. Pensando melhor, o pedido da FIFA nada deve ter a ver com o Mundial do Qatar, nem sequer com as senhoras, porque, se estivessem realmente preocupados com as mulheres, os patrões do futebol não aceitariam realizar o evento em países onde, em muitos casos, elas são privadas de direitos fundamentais e tratadas abaixo de camelo.

JORNALISTA

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG