O Jogo ao Vivo

Gente

A agente "90-60-90"

Anna Chapman, a espiã que ao frio da Rússia regressou depois de ser expulsa dos EUA, não tem problemas em tirar a roupa. Esta semana despiu-se e fez pose à James Bond para revista russa Maxim.

A espiã russa Anna Chapman, expulsa em Julho dos Estados Unidos e que já fez muito sucesso com a divulgação de fotos em todo o mundo, voltou a tirar a roupa para uma série publicada pela edição russa da revista masculina Maxim.

Numa pose à James Bond, de arma em punho, como se do famoso 007 se tratasse, a espiã mostra um corpo de "Bond Girls". Algumas fotos e um vídeo da jovem foram divulgados no site da Maxim, no qual ela se exibe com roupas íntimas vermelhas, pretas e laranja, sempre com uma pistola de grande  calibre na mão.

PUB

A revista estará nas bancas amanhã, quinta-feira, reproduzindo uma entrevista com a "agente 90-60-90", epíteto como ficou conhecida, em referência às medidas do corpo de Chapman, ligeiramente acima do convencionado ideal de beleza feminino, que alguém definiu em tempos como sendo 86 (peito), 60 (cintura) e 86 (anca).

"Não é um sonho! A espiã russa não apenas tirou a roupa para a Maxim, como também quebrou o voto de silêncio para falar dos homens, de namoro e projectos de vida", pode ler-se no site da Maxim, segundo tradução da Agência France-Press.

"Anna fez mais para despertar o patriotismo russo do que nossa equipa de futebol e o míssil [nuclear estratégico que registou vários fracassos no lançamento] Boulava reunidos", afirma, ainda, o site da Maxim.

Uma outra iniciativa comercial apresenta a ex-espiã numa aplicação para iPhone chamada "Jogar póquer com Anna Chapman".

Num vídeo, na página no Facebook, Anna Chapman promete "fotos quentes". Usando minivestidos ou roupas de couro, aparece com uma arma automática do tipo Kalachnikov.
O site da espiã, ainda está em construção, mas, do que se vê, é uma imitação do genérico da saga de filmes futuristas Matrix.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG