América

Filha mais nova de Obama vista como ícone da geração Z

Sara Oliveira

Sasha Obama em publicações do Instagram

Foto Direitos Reservados

Sasha Obama tem 21 anos e marca com um estilo atual. A irmã mais velha, Malia, segue mais empenhada em vingar como argumentista.

Foi em janeiro de 2017 que Barack Obama se despediu da Casa Branca e da presidência dos Estados Unidos, mas nunca mais se desligou dos olhares públicos, assim como a família, inclusive as filhas, Malia, que faz 24 anos a 4 de julho, e Sasha, de 21 anos. Das duas, a mais nova - oficialmente maior de idade na América desde 10 de junho - é quem mais vai chamando a atenção, sempre que uma imagem sua cai nas redes sociais (onde não tem qualquer perfil próprio) ou é apanhado por um paparazzo.

Mais de 13 anos passaram desde que o pai sucedeu a George W. Bush e Sasha mudou muito desde a estreia no Capitólio. Sem óculos ou aparelhos nos dentes, a jovem surge agora maquilhada e com visuais que a tornam um ícone para a geração Z, ou seja, aquela que nasceu e cresceu com base no universo digital. Pelo menos é assim descrita além-fronteiras. Se bem que a imagem seja diferente quando posa com os pais, Michelle e Barack Obama, ela já se mostrou com rastas, mas também com roupa sensual, oscilando entre o arrojo ou a sofisticação consoante a circunstância.

Sasha estuda na Universidade do Sul da California, onde conheceu Clifton Powell Jr - filho do ator homónimo -, com quem namora há alguns meses. Clifton tem 25 anos e, além de jogar basquetebol, é modelo e escritor, e o relacionamento é aprovado pela família, como expressou há tempos Michelle Obama. "Elas adoravam os Jonas Brothers. Agora trazem-me homens adultos para casa. Antes eram bandas pop. Agora têm namorados e vidas a sério", afirmou, numa entrevista, a antiga primeira-dama da América.

Malia, a irmã discreta

Fruto da idade e também da responsabilidade, a irmã mais velha, Malia, de quem Sasha continua muito próxima, segue mais discreta, depois de já ter dado que falar, quando Obama ainda era presidente, pela postura eufórica em festivais. Dona de um estilo mais simples, trilha caminho no mundo da escrita para ficção, colaborando há meses com o ator e argumentista Donald Glover numa série provisoriamente intitulada "Hive", para a Amazon, sobre uma personagem famosa parecida com Beyoncé. "Ela é incrivelmente talentosa", elogiou Glover, garantindo que Malia "está muito focada e a trabalhar no duro". Longe vão os tempos da Casa Branca, mas as herdeiras Obama prometem assinar novos capítulo em nome próprio.