O Jogo ao Vivo

Percursos

Antigas estrelas da Disney que dão sempre que falar

Antigas estrelas da Disney que dão sempre que falar

Ídolos infantis, atrizes e cantoras cresceram, protagonizando carreiras de sucesso e polémicas.

Longe vão os tempos em que Miley Cyrus somou uma legião de fãs como Hannah Montana, embora continue famosa e a captar atenções pelos mais variados motivos. Quinze anos depois da estreia da série, há muito que a artista adotou visuais mais arrojados, depois de investir tudo na música. Após o fim do contrato com a Disney, consumiu drogas e álcool até o medo a levar a mudar de vida. Aos 28 anos, parece mais ponderada. Pansexual assumida, soma relacionamentos com homens e mulheres e já foi casada durante oito meses com o ator Liam Hemsworth.

"Camp Rock" e "Sunny entre estrelas" foram os títulos que lançaram Demi Lovato que, em 2018, esteve às portas da morte à conta de uma overdose. Sofreu três derrames e um ataque cardíaco que ainda a limitam fisicamente. Antes, tinha enfrentado distúrbios alimentares e um transtorno bipolar, tendo estado internada numa clínica de reabilitação. Assina também uma carreira musical. Tem agora 29 anos e diz que é "tão masculina quanto feminina". "Sinto-me atraída por seres humanos, independentemente de como se identifiquem. Não me inibo de partilhar o meu amor com qualquer pessoa."

Foi em 1993 que Britney Spears se estreou no programa "The Mickey Mouse Club", longe de imaginar o quanto daria que falar e nem sempre pelos melhores motivos. Recentemente, viu chegar ao fim a tutela do pai sobre a sua vida, que durava há 13 anos.

Alcoolismo e lúpus

PUB

Entre as antigas estrelas, há ainda Lindsay Lohan. De talento reconhecido pela crítica, viu os sucessos profissionais ofuscados por condutas menos próprias. Em 2005, quando internada devido a uma crise asmática, admitiu ser viciada em álcool e analgésicos, deixando a Disney em fúria. Começava o declínio e os problemas com a justiça que se arrastaram durante anos, sendo apanhada a conduzir embriagada ou a roubar uma joalharia de Los Angeles. Agora está focada no próprio podcast.

Selena Gomez, lembrada por "Os feiticeiros de Waverly Place", continua na ribalta. No currículo tem vários filmes, além de cantar. Em 2016 fez uma pausa para se tratar devido aos efeitos colaterais do lúpus, e no ano seguinte foi submetida a um transplante de rim. À semelhança de outros artistas que sentiram a fama numa fase precoce, lidou ainda com o alcoolismo, mesmo depois da operação, acusando surtos psicóticos que se tornaram públicos. No presente, está cheia de projetos e músicas novas para se ouvir.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG