O Jogo ao Vivo

Experiência

Atores em ação depois dos 65 anos

Atores em ação depois dos 65 anos

O talento não tem prazo de validade e Maria do Céu Guerra, Helena Isabel, Vítor Norte ou Ruy de Carvalho continuam firmes na ficção nacional.

Na ficção há personagens de todas as idades, dos mais novos aos mais maduros, sempre com espaço para os veteranos que, mesmo implicitamente, vão ensinando às gerações mais recentes a arte de representar. Os 65 anos ainda são olhados por muitos como a etapa da reforma, mas ser ator é quase sempre sinónimo de trabalhar até não se poder, mas é preciso que haja oportunidades.

Em Portugal, são muitos os exemplos de quem não vira a cara a um bom desafio na representação, provando que a idade pode ser pouco mais do que um número. Que o diga Ruy de Carvalho que, aos 94 anos, está escalado para a próxima novela da SIC, "Como um rio" - na qual entrará também Joel Branco, de 77 anos-, com um papel à sua medida. Recentemente o ator foi distinguido com o Prémio 5 Estrelas 2022 na categoria Teatro, que encarou como "uma enorme obrigação: a de continuar a trabalhar, enquanto tiver saúde e força".

Já no ar estão outros veteranos, como Maria do Céu Guerra, de 78 anos, a Corcovada de "Festa é festa", na TVI. O seu mais recente aniversário foi celebrado nas gravações, com alguns dos colegas a reconhecerem ser privilegiados por com ela contracenarem. Há pouco mais de uma semana, a sua personagem recebeu a visita de uma amiga, representada por Eunice Muñoz que, aos 93 anos, assinou uma curta participação. No mesmo projeto estão ainda Vítor Norte, de 70 anos, e Júlio César, de 74, o Manel e o Abel da história, respetivamente.

No mesmo canal, em "Para sempre", Carmen Santos, de 75 anos, dá vida a Natália Lampreia, uma septuagenária a quem é difícil enganar; enquanto em "Quero é viver" há uma irreverente Ana Margarida na pele da atriz São José Lapa, de 70 anos, e a sua empregada de confiança Graça, encarnada por Helena Isabel, que se mantém em excelente forma aos 69 anos. A mesma idade de Ana Bola, que se prepara para agarrar o papel principal na próxima novela da TVI.

Márcia Breia, de 77 anos, junta-se ao rol, entrando em casa do portugueses como a cozinheira Hortense Rasteiro em "A serra", na SIC. Ao lado de novos valores da ficção nacional que, à sombra de quem está há muito no meio, aprendem mais em plena ação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG