Gente

Autópsia explica morte de filha de Whitney Houston

Autópsia explica morte de filha de Whitney Houston

Bobbi Kristina, filha dos cantores Whitney Houston e Bobby Brown, morreu no ano passado, aos 22 anos. Autópsia revela presença de várias substâncias no seu organismo.

Bobbi Kristina foi encontrada imersa em água e sofreu uma intoxicação pela mistura de canábis, álcool, morfina e outras drogas - duas situações que lhe causaram uma pneumonia que se revelou fatal.

A jovem de 22 anos foi encontrada inconsciente numa banheira da sua habitação, em Atlanta, Estados Unidos, em 31 de janeiro de 2015 e veio a falecer no hospital a 26 de julho.

O gabinete médico-legal de Atlanta revelou alguns dados que esclarecem as causas da morte da filha de Whitney Houston e Bobby Brown, depois de um juiz ter autorizado, na quinta-feira, a divulgação do relatório a pedido da comunicação social. Confirma-se o consumo de canábis e álcool, aliado a medicamentos calmantes para tratar ansiedade.

"A causa subjacente à morte é uma sequência de eventos e, neste caso, é a imersão associada à intoxicação com drogas", refere o gabinete médico-legal em comunicado, depois de um juiz ter autorizado, na quinta-feira, a divulgação do relatório a pedido da comunicação social.

"A morte não se deveu a causas naturais mas os examinadores não conseguiram apurar se foi intencional ou acidental, tendo considerado que a causa da morte é inconclusiva", acrescenta.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG