França

Brad Pitt processa Angelina Jolie por vender parte da propriedade onde casaram

Brad Pitt processa Angelina Jolie por vender parte da propriedade onde casaram

Brad Pitt está a processar a ex-mulher Angelina Jolie depois de a atriz ter vendido a sua participação no Chateau Miraval, propriedade francesa que compraram juntos em 2008 e onde casaram seis anos depois.

Os advogados do ator afirmam que o Chateau Miraval - uma propriedade composta por uma casa e uma vinha no sul de França - "tornou-se a paixão de Pitt" e, sob a sua administração, tornou-se uma "história de sucesso internacional multimilionária". Segundo os documentos legais, apresentados em Los Angeles na quinta-feira, Pitt ajudou a garantir a lucratividade da vinha, que era "um dos produtores de vinho rosé mais conceituados do Mundo".

De acordo com o processo, Angelina Jolie vendeu a sua parte a um fabricante de bebidas com sede no Luxemburgo, controlado pelo empresário russo Yuri Shefler. Segundo a BBC, Brad Pitt alega que ele e a ex-mulher concordaram em não vender as suas participações no local sem a permissão do outro.

PUB

"Angelina Jolie vendeu a sua participação com o conhecimento e a intenção de que Shefler e os seus afiliados tentariam controlar o negócio ao qual Pitt se dedicou e minar o investimento de Pitt na Miraval", lê-se no processo. Os advogados acrescentam ainda que a ação da atriz pretendia causar "prejuízo gratuito" a Pitt, que "investiu dinheiro e suor no negócio de vinhos".

A propriedade, na vila de Correns, terá sido comprada pelo casal por cerca de 25 milhões de euros.

Pitt e Jolie namoraram durante 10 anos antes de se casarem em 2014. Dois anos depois, a atriz pediu o divórcio. Angelina Jolie informou Pitt da venda "por escrito " em janeiro de 2021, dizendo que havia chegado a uma "decisão dolorosa, com o coração pesado", alega o processo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG