Nick Carter

Cantor dos Backstreet Boys acusado de violar fã em 2001

Cantor dos Backstreet Boys acusado de violar fã em 2001

Nick Carter, membro dos Backstreet Boys, está a ser acusado de agredir sexualmente uma mulher autista e com paralisia cerebral, que na altura do incidente tinha 17 anos. Esta não é a primeira vez que o cantor é acusado de violação.

Shannon Ruth, agora com 39 anos, foi uma das milhares de fãs presentes no concerto dos Backstreet Boys em Tacoma, Washington, no ano de 2001. Após o espetáculo, a fã integrou a fila para os autógrafos e foi aí que Nick Carter a abordou e convidou para conhecer o autocarro de digressão da banda.

O artista ofereceu-lhe uma bebida e depois tê-la-á forçado fazer sexo. Na altura, Shannon tinha 17 anos e Carter 21.

PUB

"Ela era virgem [...] e chorou durante o calvário, mas isso não o deteve", afirmou Mark Boskovich, advogado da alegada vítima, numa conferência de imprensa, na quinta-feira. "Carter levou Shannon para uma cama na parte de trás do autocarro e violou-a, apesar dos pedidos repetidos para que parasse", acrescentou.

Segundo o advogado, citado pela agência France-Presse (AFP), o cantor ameaçou a mulher e garantiu que "nunca ninguém iria acreditaria nela" por causa da sua incapacidade. Shannon é autista e portadora de paralisia cerebral.

"Embora eu seja autista e viva com paralisia cerebral, nada me afetou mais do que aquilo que o Nick Carter me fez", garantiu, visivelmente emocionada, durante a conferência de imprensa. Shannon alega ainda que, com o abuso, foi infetada com HPV, uma doença sexualmente transmissível.

Fazem parte processo judicial contra o cantor três outras mulheres, que o acusam do mesmo crime. Os casos terão ocorrido entre 2003 e 2006.

Ruth explicou ainda que não denunciou o caso mais cedo com medo de represálias. "Espero que o facto de ter vindo a público ajude mais mulheres a encontrarem a coragem para falar e responsabilizar Nick Carter". O objetivo do processo é conseguir uma indemnização para as alegadas vítimas.

Esta não é a primeira vez que o músico é acusado de abuso sexual. Em 2017, Melissa Schuman, ex-membro da banda Dream, alegou publicamente que Carter a forçou a fazer sexo, quando ele tinha 22 anos e ela 18. O cantor negou as acusações.

Aos pedidos da AFP para comentarem o caso, os representantes do artista, agora com 42 anos, não responderam. O mais jovem membro dos Backstreet Boys, a boysband que causava furor um pouco por todo o Mundo nos anos 90, também não se pronunciou nas suas redes sociais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG