O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Caso de Sofia Arruda encoraja denúncias de assédio sexual

Caso de Sofia Arruda encoraja denúncias de assédio sexual

A última semana foi marcada pela polémica espoletada pela entrevista que Sofia Arruda deu a Daniel Oliveira no programa "Alta definição", na SIC, na qual contou que foi vítima de assédio sexual num canal televisivo e que acabou por perder trabalho por não ceder.

"Foi uma aproximação menos profissional da parte de uma pessoa com muito poder dentro de uma estação de televisão, uma produtora. [...] Estive cinco ou seis anos sem trabalhar naquela estação", recordou a atriz. Sofia, de 32 anos, partilhou a história de vida e, mesmo não dizendo nomes, deixou perceber que tudo se passou nos bastidores da TVI, onde depois nada fez entre 2012 e 2017.

Ex-jornalista e agora psicoterapeuta, Bárbara Guevara usou o Instagram para se assumir também "alvo de assédio sexual e abuso de poder (chantagem) sobretudo quando trabalhava em televisão enquanto jornalista, na SIC". E a verdade é que o assunto não é de agora e já antes deu muito que falar. Em Portugal, Cristina Ferreira foi uma das primeiras famosas a apontar os ataques de que foi alvo, perpetrados por um antigo funcionário da TVI, na biografia "Sentir", lançada em 2016. "As flores indicavam uma óbvia tentativa de conquista. As palavras mansas acusavam um objetivo claro: ele queria comer-me", denunciou no livro, lançando então o debate e levando a que outras mulheres mediáticas se juntassem ao coro de acusações.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG