O Jogo ao Vivo

Gente

Cinha Jardim acusa Vilarinho de a ameaçar com uma "lambada"

Cinha Jardim acusa Vilarinho de a ameaçar com uma "lambada"

Cinha Jardim saiu na quinta-feira para tomar um copo com os amigos, num bar lisboeta, mas teve um encontro 'imediato'. "Estava no Xafarix, de pé a falar com as minhas amigas, quando alguém me tocou no ombro. Voltei-me e era o [Manuel] Vilarinho", começou por contar a 'tia do jet-set' ao JN.

Há uns anos, quando Cinha Jardim participava no reality show "Quinta das celebridades" (TVI), apelidou o então presidente do Benfica de "Vilavinho". Este nunca esqueceu isso e aproveitou o encontro casual para confrontar a socialite: "Aos gritos, perguntou-me: 'Tem coragem de dizer na minha cara que eu sou bêbedo?' Eu olhei para ele, que até estava a cambalear e respondi-lhe: 'Você é um bêbedo'. E ele disse-me: 'Afaste-se, senão leva uma lambada", relata.

A troca de 'mimos' não ficou por aqui: "Trocámos uns galhardetes feios e ele ofendeu a minha mãe e tentou bater-me, só que houve um sururu e uns senhores agarraram--no". A 'tia' diz que lhe daria troco, se fosse agredida: "Se me tivesse batido, não me ia ficar. Ele que não se meta comigo!" Cinha lamenta o episódio, até porque o bar "estava cheio de jovens" e diz que o ex-dirigente encarnado "deu um mau exemplo". Pelo que viu, as pessoas "ficaram chocadas". Indignada, a assumida adepta do Benfica remata: "Ele nunca foi o meu presidente, não votei nele e não gosto dele como pessoa. É uma personagem que evito!"

Ao JN, Manuel Vilarinho recusou contar a sua versão. "Não vou dizer nada porque eu para esse peditório já dei", disse apenas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG