Óbito

Criador do tecido impermeável Gore-Tex morre aos 83 anos

Criador do tecido impermeável Gore-Tex morre aos 83 anos

Robert W. Gore, inventor da membrana de tecido impermeável e respirável conhecido por Gore-Tex, que revolucionou a roupa que hoje se utiliza em caminhadas ou no equipamento dos bombeiros, faleceu na quinta-feira em Maryland, aos 83 anos.

Gore, que foi presidente da W.L. Gore & Associates durante quase 25 anos e 'chairman' [presidente do Conselho de Administração] durante 30 anos, faleceu em casa na quinta-feira vítima de doença prolongada, confirmou hoje a porta-voz da empresa, Amy Calhoun.

Em 1969, Gore descobriu uma nova forma de polímero no laboratório da empresa em Newark, Delaware.

O seu pai, que fundou a empresa, tinha pedido a Bob Gore para investigar uma nova forma de produzir fita adesiva a baixo-custo, utilizando PTFE (politetrafluoretileno), mais conhecido por Dupont Teflon, segundo o The News Journal of Wilmington, citado pela AP.

O filho descobriu então que, ao esticar o PTFE com um puxão repentino, o polímero expandia cerca de 1.000%. O produto resultante, conhecido por ePTFE, criou uma estrutura microporosa. A introdução da tecnologia Gore-Tex surgiu sete anos depois.

"Trata-se verdadeiramente de um ponto de viragem na história da empresa (...) sem o qual seríamos muito menos importantes do que somos hoje", afirmou no ano passado o administrador com o pelouro tecnológico da W.L. Gore & Associates, Greg Hannon.

A membrana dentro do tecido Gore-Tex tem biliões de poros que são menores que gotículas de água, sendo impermeável, mas também respirável, o que levou a uma panóplia de aplicações como capas de chuva, sapatos e outras peças à prova de água. As patentes foram também aplicadas em dispositivos médicos, cordas de guitarra e viagens espaciais, segundo a empresa.

Gore nasceu no Utah, era o mais velho dos cinco filhos de Bill e Vieve Gore, que criam a empresa em 1958.

Com um bacharelato em engenharia química pela universidade de Delaware e outras formações avançadas pela universidade do Minnesota, Gore sucedeu ao pai enquanto 'chairman' e presidente executivo em 1976.

Outras Notícias