TVI

Cristina Ferreira: "Vou ficar aqui até ao final dos meus dias"

Cristina Ferreira: "Vou ficar aqui até ao final dos meus dias"

De volta à TVI, a apresentadora e agora diretora de entretenimento e ficção confessa que o projeto na SIC "não foi como imaginado".

"O regresso". Foi assim que Cristina Ferreira descreveu o momento que antecedeu a "grande entrevista" que protagonizou, este domingo à noite, no "Jornal das 8" e marcou a sua primeira vez em antena desde que voltou à TVI e assumiu funções como diretora de entretenimento e ficção. Também se tornou acionista, mas sem nunca deixar de ser apresentadora. Numa "noite de novidades", Cristina respondeu a todas as perguntas do jornalista Pedro Pinto.

No 16.º aniversário da estreia ao lado de Manuel Luís Goucha, a comunicadora revelou que está "a dias" de aparecer com um programa. Mas, antes, vai juntar-se a Goucha, no "Você na TV", "para encerrar um ciclo e, logo a seguir, estreará "O dia da Cristina"", um formato sem dia fixo e que será o que anfitriã quiser. "Gosto muito de iluminar as pessoas", adiantou.

De novo na "casa mãe", depois de 740 dias desde que se mudou para a SIC, Cristina Ferreira reafirmou que saiu "a saber que voltava". "Nunca me senti feliz por a TVI perder", acrescentou, reconhecendo que, para ela, "a SIC foi "O programa da Cristina' ".

De resto, "o projeto para onde fui não foi como imaginado", afirmou, assumindo que o convite da TVI para regressar foi irrecusável. Sobre os mais de 20 milhões que a estação de Balsemão lhe exige, garante que "é um número que não tem qualquer fundamento" e, por isso, está disposta a ir a tribunal. Mas sabe que há lugar a uma indemnização que estava estipulada no contrato.

Para Cristina Ferreira, a estação de Queluz de Baixo é "o projeto final". "Não vou para mais lado nenhum...Vou ficar aqui até ao final dos meus dias", jurou, recuando até ao dia em que, há 17 anos, chegou no carro emprestado para o pai para ganhar "500 euros".

Sobre a entrada como acionista da Media Capital, Cristina Ferreira disse ter investido cerca de um milhão de euros de dinheiro próprio. "São as minhas poupanças. É o meu dinheiro", explicou.

Outras Notícias