O Jogo ao Vivo

Redes sociais

Depois de entrevista polémica, Britney Spears acusa a irmã de se promover "às suas custas"

Depois de entrevista polémica, Britney Spears acusa a irmã de se promover "às suas custas"

Britney Spears e a irmã mais nova, Jamie Lynn, têm usado as redes sociais para uma acesa troca de galhardetes. Tudo começou numa entrevista, onde Jamie considerou o comportamento de Britney de "errático" e "paranoico", mas a cantora norte-americana não tardou na resposta e acusou a irmã mais nova de se estar a promover "às suas custas".

E os holofotes estão de novo sobre a família Spears. Depois do fim da tutoria que condicionou a vida de Britney, durante 13 anos, foi a entrevista da irmã mais nova da cantora, Jamie Lynn, ao programa "Good Morning America", que acendeu o rastilho da mais recente polémica.

Jamie Lynn Spears deu uma entrevista ao canal norte-americano "ABC", na quarta-feira, a propósito do seu livro de memórias, onde fala da infância, da família, do quase acidente fatal da sua filha em 2017 e ainda da controversa tutela que retirou a liberdade a Britney até 2021. Na primeira pessoa, a irmã mais nova da "princesa da pop" descreveu-se como "a maior apoiante da irmã" e disse que "tomou medidas para ajudar" a pôr fim ao controlo do pai sobre Britney, ainda que sem se envolver diretamente.

"Quando tudo [a tutela] começou tinha 17 anos e estava prestes a ter um bebé. Então, não percebia o que estava a acontecer, nem estava concentrada nisso", recorda. Mas, segundo o canal "ABC", nas páginas de "Things I Should Have Said" [Coisas que eu deveria ter dito], Jamie também classificou o comportamento de Britney como "errático", "paranoico" e numa trajetória em espiral.

A verdade é que nos últimos meses, Britney Spears não tem poupado críticas à família, onde diz que todos terão lucrado com a tutela a que esteve sujeita. Agora a irmã aproveitou o tempo de antena e defendeu-se destas acusações, dizendo que "não são verdade" e garante ter estado "sempre presente".

A reação da cantora norte-americana não tardou e, no Twitter, acusou a irmã de se estar a promover "à sua custa". Numa longa publicação, Britney disse que Jamie "nunca teve de trabalhar para nada" e que a sua família "adora" magoá-la. A artista admitiu ainda ter ficado particularmente incomodada quando a irmã dez anos mais nova disse que o seu comportamento estava "fora do controlo".

"Ela nunca estava perto de mim há 15 anos. Então porque está sequer a falar sobre isso, a menos que ela queria vender o seu livro à minha custa", pode ler-se na publicação da artista.

PUB

Mas Jamie Lynn Spears não deixou a irmã mais velha sem resposta.

"Muito francamente, o que está a ser dito não é verdade (...) Não posso evitar o facto de ter nascido na família Spears, e que algumas das minhas experiências envolvam a minha irmã", escreveu a atriz no Instagram.

Quantos às acusações de que nunca teve de trabalhar, Jamie contraria estas declarações. "Construí a minha carreira apesar de ser apenas a irmã mais nova de alguém (...) Não há lados, e não quero drama, mas estou a falar a minha verdade para curar os meus traumas, para poder encerrar este capítulo e seguir em frente, e gostaria que a minha irmã pudesse fazer o mesmo".

Jamie Lynn Spears protagonizou as séries "Zoey 101" e "All That" do canal juvenil Nickelodeon e também lançou músicas em nome próprio.

Nas redes sociais, os fãs dividem-se entre os que apoiam Britney e os que acreditam que talvez seja tempo de esquecer o passado ─ e é isso que Jamie Lynn pede à irmã, num comunicado partilhado no Instagram, em resposta.

Entretanto, o jornal "The Sun" informou que Britney irá sentar-se com Oprah Winfrey para uma entrevista telefónica no final deste ano. Isto ainda não foi confirmado, mas Britney indicou recentemente no Twitter o seu desejo de ser entrevistada por Oprah.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG