Família Real

Dos vestidos pretos ao casaco de ganga: os "pecados" de Meghan Markle

Dos vestidos pretos ao casaco de ganga: os "pecados" de Meghan Markle

Desde que casou, em 19 de maio de 2018, a ex-atriz norte americana, tem sido alvo de críticas por quebrar regras do protocolo da Realeza. Uma delas foi mesmo no matrimónio: Harry usa aliança e os homens da Casa Real não.

A mulher da Harry apareceu, várias vezes, vestida totalmente de preto. Não devia. Só se fosse para um funeral. Também usou verniz escuro, quando se dita que seja discreto, mostrou pernas desnudadas e sem meias, cruzou as pernas e usou brincos descasados.

A duquesa corresponde ao carinho do público e dá autógrafos, abraços e cumprimentos. Não pode. Assim como deveria usar bolsas de mão, para evitar contacto, e não a tiracolo. Houve polémica quando apareceu com um casaco de ganga num evento real.

Foram três os "baby shower" a Archie. O mais falado foi em Nova Iorque: custou cerca de 380 mil euros. Meghan tentou fazer o parto em casa e o nascimento de Archie foi anunciado, pelos duques de Sussex, através do Instagram.

Rainha convoca reunião com príncipe Harry, William e Carlos

Depois de o príncipe Harry e Meghan Markle anunciarem o afastamento das funções reais, a rainha Isabel II convocou a família real para uma reunião.

A monarca britânica vai reunir-se com o príncipe Carlos, e os dois filhos, Harry e William, esta segunda-feira, em Sandringham, Norfolk, na sequência do anúncio feito pelos duques de Sussex, na quarta-feira, de que pretendem afastar-se da família real britânica com a renuncia dos cargos de "membros sénior" e tornarem-se "financeiramente independentes".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG