Movimento

Famosas prontas para contrariar o body shaming

Famosas prontas para contrariar o body shaming

Aceitar o corpo é a arma de estrelas das artes contra críticas depreciativas que as atingem, sobretudo via redes sociais.

Numa altura em que os reality shows voltam a ter destaque televisivo por cá e no estrangeiro, despertam-se polémicas e tudo parece estar sob escrutínio. Celebridades e influenciadores são alvos fáceis das más-línguas e de ataques, com muitas a serem vítimas de body shaming, ou seja, de críticas depreciativas sobre a aparência física.

Todavia, há quem dê a cara e se posicione contra esse tipo de atitudes, tendo já dado origem a movimentos como Body Positive ou Body Neutrality. Kourtney Kardashian está entre as que levantam a voz, até porque muitas vezes se diz que está grávida à conta das suas formas. O ano passado reagiu a um comentário com esse teor sublinhando que é "uma mulher com corpo".

Já a cantora brasileira Preta Gil ouve muitas vezes que está "mais gorda" e já viu fotografias suas em biquíni receberem apreciações bizarras. "Já sofri muito com isso, mas libertei-me a tempo de ser feliz. Eu tento ser eu. E se o meu lifestyle inspira mulheres a libertarem-se, fico contente", referiu numa entrevista, determinada em "ser feliz", com ou sem celulite e estrias.

De boas intenções...

"Se você me ama, você me ama por inteiro", escreveu a rapper americana Lizzo no Instagram no início deste ano. "Devemos amar-nos uns aos outros incondicionalmente, começando por nos amarmos incondicionalmente. Pare um momento hoje e pense nos condicionalismos que nos afastam da liberdade da verdade."

Em maio do ano passado, Demi Lovato alertou para os perigos de se dizerem certas coisas sobre aparências. Para a cantora e atriz, "elogiar alguém pela perda de peso pode ser tão prejudicial quanto elogiar alguém pelo ganho de peso em relação a quem recupera de uma doença: distúrbio alimentar". "Se não conhecer o historial de alguém em relação à comida, por favor não comente sobre o seu corpo. Porque mesmo que a sua intenção seja boa, pode deixar essa pessoa acordada às 2 da manhã a pensar demasiado nesse comentário."

PUB

Mais amor-próprio

Quando em outubro de 2020 Billie Eilish foi fotografada a caminhar em Los Angeles sem roupas largas, trajando calções e um top que lhe expunham o corpo, rapidamente a sua silhueta virou tópico mas redes sociais. Em resposta, fez um vídeo a tirar a roupa e falou do assunto, mais tarde, em entrevista à "Vanity Fair", assumindo que passou a ter ferramentas para lidar com as opiniões alheias e mais amor-próprio.

O body shaming também visa celebridades masculinas, como Ben Affleck e Vin Diesel. Quando tocados, os atores reagiram com ironia, deixando claro que estar em forma o tempo todo não é a prioridade, mas sim serem bons profissionais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG