O Jogo ao Vivo

EUA

FBI investiga motivações políticas por trás de ataque a funcionário de Lady Gaga

FBI investiga motivações políticas por trás de ataque a funcionário de Lady Gaga

O FBI está a investigar o crime que deixou o cuidador dos cães de Lady Gaga entre a vida e a morte, com quatro tiros no peito, e rapto de dois dos cães da cantora norte-americana, quarta-feira à noite, em Los Angeles, EUA.

Uma das linhas de investigação tenta apurar se por trás do crime estarão motivações políticas, após a performance de Gaga na tomada de posse de Joe Biden no mês passado. Uma fonte próxima da cantora comentou, ao jornal "Independent", esta atuação leva o caso "a outro nível".

Imagens do sistema de videovigilância de uma casa próxima do local onde ocorreu o ataque mostram o momento em que dois homens, com roupa escura, saem de um carro branco e abordam Ryan Fischer, na noite de quarta-feira. Com uma arma semiautomática disparam quatro tiros e levam os três bulldogs, tendo um deles conseguido escapar mais tarde. Sobressaltados pelo barulho, foram vizinhos a chamar a polícia.

Em Roma, a gravar um filme, Lady Gaga ainda não comentou a situação publicamente, mas sabe-se que oferece meio milhão de euros pelo cães, Koji e Gustav.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG