Televisão

Finalistas de "Ídolos" escolhidos à margem de polémicas nas audições

Finalistas de "Ídolos" escolhidos à margem de polémicas nas audições

Depois de críticas aos jurados e de uma candidata acusar pressões, são 15 os que passam às galas em direto.

Apresentada pela atriz Sara Matos, a sétima temporada de "Ídolos" entra sábado na fase das galas em direto. Foram mais de 4 mil pessoas que passaram pelos pré-castings, mas só cerca de 300 chegaram às audições, reduzindo-se a 100 até chegarem aos 30 na fase do Teatro, da qual saíram os 15 finalistas. Uma escolha de um júri composto por Martim Sousa Tavares, Tatanka, Ana Bacalhau e Joana Marques.

Desde o primeiro teste, houve uma concorrente que se destacou. Eva Stuart, de 16 anos, é filha da cantora Wanda Stuart, impressionando os jurados com a voz. Um talento que confirmou no Teatro e que reuniu unanimidade. "Tu és uma máquina de fazer isto, já vens muito treinada e isso nota-se na forma como geres o teu próprio jogo", disse-lhe Martim Sousa Tavares.

Outras atuações dividiram o painel. Carolina Cardoso não convenceu o maestro, mas reuniu o crédito do restante júri. Miguel Paiva, Diana Silva, Eduardo Gonçalves, Beatriz Almeida, Mário Pedrosa, Ana Rangel, Nuno Oliveira, Fábio Augusto, Juliana Anjo, Caco, João Gonçalves, Gabriela Lemos e Diana Mendes Silva completam o rol de finalistas.

K-pop é que não

O espetáculo alimentou algumas polémicas na primeira fase, principalmente nas redes sociais. As críticas começaram por visar os jurados, quando os candidatos começaram a ficar pelo caminho, como foi o caso do músico brasileiro Fauzer Denner. O seu sertanejo foi apreciado, mas ouviu que o futuro não passava por ali, fruto da experiência já conquistada, o que desagradou os internautas. Mariana Fernandes também não passou e, no Instagram, revelou ter sido "manipulada para ser um cromo". "Ligaram-me dois dias antes de ir para Lisboa e insistiram para cantar k-pop. A minha resposta no momento foi: "K-pop não fica bem na minha voz". E eles insistiam e diziam: "Canta uma música de k-pop animada", afirmou. No entanto, fonte da produção garante que "ninguém é obrigado a nada". À saída do casting, a jovem já se tinha assumido "magoada" com as apreciações dos jurados.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG