20.07.2019

Desfiles

Agatha Ruiz de la Prada e Katty Xiomara sobre o Rio Minho

Agatha Ruiz de la Prada e Katty Xiomara sobre o Rio Minho

Uma explosão de cores foi o resultado de uma festa da moda que juntou as propostas de Agatha Ruiz de la Prada e de Katty Xiomara, em dois desfiles inusitados na antiga ponte internacional sobre o rio Minho,

As estilista espanhola Agatha Ruiz de la Prada e Katty Xiomara, em representação de Portugal, desfilaram ontem as suas novas coleções na antiga ponte internacional sobre o rio Minho, que liga Valença e Tui. A travessia foi encerrada ao trânsito durante doze horas e sob um apertado plano de segurança, para que os desfiles se pudessem realizar ao fim da tarde. Dezasseis manequins desfilaram durante cerca de 45 minutos, primeiro com peças de coleção de Inverno de Xiomara, inspirada nas suas memórias e no universo feminino em que foi criada. Após um pequeno intervalo animado com música, houve uma explosão de cor com a coleção de Ruiz de la Prada. O evento aconteceu no âmbito da 7ª edição do IKFEM - International Keyboard Festival & Masterclasses, que em 2017, tinha fechado aquela ponte para um concerto com 10 pianos.

Cerca de 800 pessoas assistiram aos desfiles, que foram animados com música dos dois lados da fronteira. Um dos momentos altos, foi quando começou o desfile de Agatha Ruiz de la Prada. Dois manequins vestidas com as cores de Portugal e Espanha, percorreram os cerca de 150 metros de passerelle improvisada no tabuleiro da travessia de ferro, ao som da canção "Um canto a Galícia", interpretada pelo cantor romântico Júlio Iglésias.

A assistente da estilista espanhola Cristina Palomares. Disse ao Jornal de Notícias que o momento foi pensado propositadamente pela criadora para a iniciativa. E comentou: "Nunca tínhamos feito um desfile num sitio tão bonito e espectacular. Foi maravilhoso". A apresentação da coleção sobre a ponte que liga os dois países fechou com um fado de Ana Moura.

Katty Xiomara assistiu à apresentação da sua nova coleção e no final, comentou: "Nunca fiz um desfile numa ponte, mas esteticamente funciona lindamente. Esta é maravilhosa, extremamente bonita e ainda por cima une Portugal e Espanha. Uma ponte pode mesmo ser uma passerelle, tudo funcionou e esteticamente o cenário funciou muito bem. O resultado deste desfile impressionou-me muito".

A VII edição do IKFEM - International Keyboard Festival & Masterclasses continua hoje com Pedro Moutinho, às 22h00, na Fortaleza de Valença. Amanhã, às 10h30, será exibido no Teatro de Tui o documentário que conta a história de Enrique Granados, "El amor y la muerte". Às 17h30 há um recital de canto na Igreja Santo Estevão com Gabriel Alonso e Margarita Viso. E às 21h00, no Teatro de Tui, o espectáculo Sinfonismo Sem Fronteiras que junta no mesmo palco a Orquesta IKFEM, composta por músicos portugueses e espanhóis, dirigida pelo maestro Maurizio Moretti, num concerto que terá como solistas Stephan Möller e Marta Menezes ao piano.

Ao longo de oito dias, a programação daquele festival ofereceu 16 concertos, oficinas, masterclasses, sessões de cinema, mesas redondas e o desfile de moda na ponte. Os eventos decorreram em 14 espaços nas duas cidades.