Gente

Conchita critica Austrália por não autorizar casamento gay

Conchita critica Austrália por não autorizar casamento gay

A cantora Conchita, vencedora da Eurovisão em 2014, está em Sidney a participar no Carnaval LGBT e afirma que o país parece liberal, mas não é. Em causa está a não aprovação do casamento gay

A vencedora do Festival Eurovisão da Canção de 2014 está na Austrália para participar no Mardi Gras - o Carnaval gay de Sidney - e aproveitou para criticar as leis do país, que ainda não aprovou o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

"Achamos que aqui são todos liberais, a cidade inteira está a celebrar o Mardi Gras. Venho cá nos últimos dois anos e dizem-me que o casamento gay não foi aprovado", disse Conchita Wurst, citada pelo jornal australiano "Sydney Morning Herald".

"Eu nem consigo acreditar. Como é que podem combinar estes dois mundos?", questionou-se a cantora, ela mesma um ícone da comunidade gay.

Conchita vai estar na Opera de Sidney, esta quinta-feira, com o seu espetáculo From Vienna With Love.

Depois de vários anos de debate sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo, a Austrália vai levar o tema a referendo público ainda este ano, de acordo com a ABC News.