Desemprego

Atriz brasileira pede trabalho nas redes sociais

Atriz brasileira pede trabalho nas redes sociais

A atriz brasileira Joana Fomm, de 75 anos, utilizou a sua página do Facebook para pedir trabalho na área da representação ou do jornalismo. "Alguém precisa de mim?"

Com 75 anos, ao ver-se incapaz de sair da atual situação de desemprego e de fazer frente à crise económica, a atriz brasileira Joana Fomm decidiu recorrer às redes sociais para procurar novas oportunidades. "Amigos, estou a precisar de trabalhar. Como atriz ou jornalista. Há momentos em que é difícil. Alguém precisa de mim?", escreveu, na sua página do Facebook.

A mensagem foi partilhada por centenas dos seus amigos virtuais, que apelam às emissoras brasileiras para que deem uma nova oportunidade à famosa atriz, que tem mais de 60 anos de carreira.

Joana Fomm, que já venceu um cancro da mama, sofre de disautonomia, uma doença que afeta o sistema nervoso e que, consequentemente, limita os seus movimentos. Há três anos, numa altura em que já estava sem rendimentos, falou com a imprensa sobre a sua condição de saúde, garantindo que esta não a impedia de trabalhar. "Agora sinto-me bem. Antigamente, caía como uma banana de uma bananeira. Desabava. Hoje já faço ginástica, consigo correr e quero fazer mais atividade física". E confessou: "Assusta-me ficar sem trabalhar porque vivo disso. A doença que tenho não tem cura. Tenho que tomar remédios para o resto da minha vida para controlá-la".

Numa outra entrevista, contou que dependia do trabalho como "freelancer", mas que esse não era suficiente. "Fiz alguns trabalhos na TV por cabo, mas pagam mal. Eu preciso de dinheiro", frisou.

Joana Fomm celebrizou-se nos papéis de Yolanda Pratini, em "Dancin' Days" (1978), da viúva Perpétua, em "Tieta" (1989) ou de Salustiana, em "Fera Ferida" (1993); entre outros.

ver mais vídeos