Entrevista

Luciana Abreu: "Não acredito no amor para sempre"

Luciana Abreu: "Não acredito no amor para sempre"

A atriz e cantora Luciana Abreu revelou que, quando se casou com Yannick Djaló, achou que seria "um amor para toda a vida".

Luciana Abreu é capa da edição de novembro da revista "Cristina", juntamente com as filhas, Lyonce, de cinco anos e Lyanii, de três anos e meio. Numa entrevista reveladora, a cantora e atriz afirma que considera "praticamente impossível" reconstruir a sua vida amorosa.

Divorciada do futebolista Yannick Djaló desde 2013, Luciana afirma: "não acredito no amor para sempre. Eu sempre esperei que fosse para sempre. Um dia cheguei a sonhar que era possível. Mas já não acredito nisso".

Luciana Abreu e Yannick Djaló casaram-se em maio de 2010. "Sonhei com um amor para toda a vida [...] Na altura, achei mesmo que tinha encontrado a pessoa certa", afiança.

Nesta entrevista, a cantora faz questão de frisar que, ao contrário do que tem sido especulado nos últimos anos, mantém uma relação cordial com o pai das filhas, que está atualmente a viver na Tailândia. "Dou-me muito bem com ele, sim. Até para o bem-estar das nossas filhas, para que elas tenham estabilidade emocional [...] Já fomos mais novos, já [pausa] fizemos e dissemos coisas que não queríamos fazer e dizer", admite Luciana Abreu.

Na mesma entrevista, a cantora fala pela primeira vez sobre o seu pai, Luís Sodré Costa Real. Luciana encontra-se atualmente envolvida num processo judicial com o progenitor, tendo Luís Sodré Costa Real processado a filha por difamação. Em causa estão declarações feitas por Luciana em 2005, sobre as agressões do pai à mãe, Ludovina, episódios esses que aconteceram durante a sua infância.

Luciana revela que não vê o pai "há 10 anos" e que Luís Costa Sodré Real nunca a tentou reencontrar. "A única situação que existiu entretanto foram declarações dele à imprensa. Declarações muito feias. Escândalos... Porque eu nunca falei do meu pai. Esta é a primeira vez que falo do meu pai numa entrevista", explica, dizendo ainda que gostava de conversar com o pai: "gostava de tentar perceber coisas que aconteceram no passado. Para seguir em frente".

ver mais vídeos