Polémica

Sarah Jessica Parker acusada de não devolver joias emprestadas

Sarah Jessica Parker acusada de não devolver joias emprestadas

A atriz norte-americana e a Kat Florence Design não conseguem chegar a acordo. A joalharia emprestou joias a Sarah Jessica Parker e agora acusa-a de nunca as ter devolvido, como tinha ficado alegadamente acordado.

A Kat Florence Design emprestou joias a Sarah Jessica Parker para que esta as usasse numa sessão fotográfica. Segundo essa empresa, a atriz ficou de devolvê-las dois meses mais tarde, o que não terá acontecido. O caso tem dois anos e chega agora a público porque ambas não conseguem chegar a acordo.

A intérprete da série de sucesso "Sexo e a Cidade" já fez saber, através da sua representante legal em declarações à "US Weekly", que a joalharia quis que a artista ficasse com as peças "para as usar nas mais variadas passadeiras vermelhas e outros eventos que considerasse adequados".

"A Sarah é uma pessoa honesta e confiável que conheci. Ela nunca ficaria com nada que não lhe pertencesse. Quis devolver as peças em causa quando lhe deixaram de pagar, mas a joalharia nunca pareceu muito interessada em resolver o assunto", acrescentou a advogada Ira Schreck.

Já a Kat Florence Design estará a processar a atriz pela falta de devolução das joias, entre as quais estão uns brincos avaliados em cerca de 35 mil euros e um anel em aproximadamente 23 mil. "A senhora Parker pediu-nos, depois da sessão fotográfica, para ficar com algumas delas e usá-las pessoalmente. Concordámos e assinámos um contrato. Isto aconteceu em março de 2016. Passados estes dois anos, as joias ainda não nos foram devolvidas".

A empresa "acredita" que, como a artista, de 53 anos, usufruiu das peças ao longo deste período, deve "pagar" pelo seu uso. Pede 124 mil euros.

ver mais vídeos