Pessoas

Mentiu no emprego para ir ver Anselmo Ralph e foi despedida

Mentiu no emprego para ir ver Anselmo Ralph e foi despedida

Sandra Marisa do Céu disse à sua entidade empregadora que tinha uma consulta médica, quando na verdade ia marcar presença num concerto de Anselmo Ralph. Três revistas confundiram-na como a mãe do cantor e a mentira de Sandra foi descoberta. Acabou despedida do emprego.

9 de dezembro de 2016. Anselmo Ralph dava um concerto no Campo Pequeno, em Lisboa. Sandra Marisa do Céu, fã do cantor angolano, não queria perder a oportunidade de assistir a este espetáculo. Para conseguir marcar presença, teve de mentir à sua entidade patronal, afirmando que tinha uma consulta médica assinalada para esse dia.

Já diz o ditado português que a mentira tem perna curta. Para Sandra não foi exceção, ao ser confundida por três revistas semanais como mãe de Anselmo Ralph. Conclusão: a sua cara foi apanhada pelas objetivas dos fotógrafos e os registos acabaram por ir parar às páginas das publicações portuguesas. A empresa que empregava a mulher soube assim da sua conduta e acabou por despedi-la.

Sandra procedeu a uma queixa contra os três meios à Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), que apresentou detalhadamente a situação no seu sítio online. "Tal situação retrata bem o mau profissionalismo dos jornalistas desta revista, que sem conhecimento de causa, assumiram uma mentira como sendo realidade, sem sequer terem o cuidado e a diligência de, pelo menos, se informarem de quem eu era ao certo e de quem era a verdadeira mãe do cantor Anselmo Ralph", defende a queixosa, que afirma que tem "vivido sempre em sobressalto" com as abordagens que lhe fazem de "desconhecidos na rua", questionando-a sobre a vida do cantor.

E nem o (verdadeiro) filho de Sandra escapa a esta história. De acordo com a mãe, a criança tem sido interpelada na escola, "em tom de chacota", como se do irmão do cantor angolano se tratasse.

A ERC avaliou a queixa e constatou "a inobservância do rigor informativo e, em consequência desta falta, a violação do direito à imagem" de Sandra Marisa do Céu. O Conselho Regulador acabou por retirar a queixa a uma das revistas semanais, que na edição seguinte apresentou um pedido de desculpas à visada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG