Pessoas

Rupert Everett revela que era "maníaco por sexo"

Rupert Everett revela que era "maníaco por sexo"

Rupert Everett está de volta aos grandes ecrãs para protagonizar um filme que retrata os últimos dias de vida do escritor Oscar Wilde.

O ator parece ter ultrapassado uma fase menos boa da sua vida e da sua carreira, depois de várias entrevistas polémicas acerca da sua homossexualidade e consumo de drogas.

Aos 58 anos, o ator britânico mantém uma relação amorosa com um brasileiro de 38 anos e revelou um pormenor sobre a vida amorosa, numa entrevista que deu à revista "Times".

"Eu costumava ser um maníaco sexual, mas isso acabou", revelou Rupert Everett portador do vírus VIH e que, ao assumir a sua homossexualidade, afirma ter perdido vários papéis importantes no mundo cinematográfico. Numa entrevista ao jornal "The Guardian", o ator confessou ter perdido o papel de James Bond.

Agora, em 2018, Rupert está sob as luzes da ribalta. O ator realizou, protagonizou e produziu um filme biográfico sobre os últimos dias vividos pelo escritor Oscar Wilde, que se estreou no dia 21 de janeiro.

Para além da biografia "The Happy Prince", o ator britânico voltou a assinar um contrato com uma agência de Hollywood e irá realizar uma série baseada no romance "O nome da Rosa", de Umberto Eco.

Outras Notícias