Crime

Ator brasileiro e pais assassinados pelo pai da namorada

Ator brasileiro e pais assassinados pelo pai da namorada

Um jovem ator brasileiro e os pais foram assassinados no domingo, em São Paulo, à porta de casa da namorada do rapaz. O pai da rapariga, presumível homicida, ainda não foi detido.

Rafael Henrique Miguel, de 22 anos, conhecido pelo papel desempenhado na readaptação de 2013 da série infantojuvenil "Chiquititas", foi com os pais a casa da namorada, num bairro da Zona Sul da capital paulista. O que deveria ter sido uma conversa com o pai da jovem sobre a relação do casal terminou em tragédia para o ator e seus pais, que acabaram baleados pelo homem.

Segundo os registos das autoridades, citados pelo jornal "Folha de S. Paulo" e pelo portal G1, Rafael, João e Miriam, de 50 e 52 anos, já tinham sido recebidos pela namorada do jovem e pela mãe desta, quando foram baleados pelo suspeito, à porta de casa. O comerciante Paulo Curpertino Matias, de 48 anos, terá chegado ao local armado, atirando sobre as três vítimas, que morreram no local, e colocando-se em fuga de seguida.

As autoridades estão a investigar as motivações do crime e a tentar localizar o suspeito. Os corpos do ator e dos seus pais estavam ainda, nesta segunda-feira de manhã, no Instituto Médico Legal Central de São Paulo.

Além de ter sido "Paçoca" em "Chiquititas", Rafael Miguel participou nas novelas "Pé na Jaca" e "Cama de Gato", além de um trabalho publicitário.