Celebridades

Joana Santos sobre conflito com Diogo Amaral: "Está tudo resolvido"

Joana Santos sobre conflito com Diogo Amaral: "Está tudo resolvido"

Atriz Joana Santos fala pela primeira vez da polémica com ator da SIC, que lhe pediu desculpas publicamente, ao assumir adição de drogas.

Ponto final numa polémica que durava desde outubro do ano passado. Joana Santos já perdoou Diogo Amaral depois de o ator a ter, aparentemente, ofendido durante gravações da novela da SIC "Vidas opostas", ao não se lembrar de um texto. O intérprete deu o primeiro passo em "O programa da Cristina" ao pedir desculpas públicas, enquanto confessava o consumo de drogas.

"Tenho de fazer um pedido de desculpas à Joana Santos. Portei-me muito mal e, se calhar, até é prematuro falar nisto. Está a fazer um ano que não uso nada", confessou o ator a Cristina Ferreira. Depois do "caso" com Joana Santos, foi afastado, pela SIC, da novela.

A atriz reagiu agora, pela primeira vez, às palavras de Diogo Amaral. Confrontada com o pedido de desculpas público do ator, à margem das gravações da nova série da RTP "Auga seca", Joana começou por soltar uma gargalhada, antes de pôr os pontos nos is e encerrar o assunto.

"Então é assim: caso ultrapassado! São coisas que ficaram no passado, está tudo resolvido. Não vou falar mais sobre isso", referiu a atriz, que não quis confirmar se voltou, entretanto, a falar com Diogo Amaral.

Polémicas à parte, depois de gravar "Auga seca" para a RTP, a atriz vai trabalhar pela segunda vez com o marido, Simão Cayatte, agora numa longa-metragem. "Vou começar a filmar em final de julho com o Simão. É fácil trabalhar com ele, já tínhamos feito uma curta-metragem, completamo-nos, ajudámo-nos muito, ele na construção da personagem e eu com o guião. No final do dia é ótimo levar o trabalho para casa e podermos conversar os dois, o trabalho ainda nos une mais".

O regresso às novelas e à estação que a lançou, a SIC, estão, para já, em "standby". "Tive muito tempo a fazer televisão na SIC e fui muito bem tratada, mas também é bom fazer esta mudança para a RTP", concluiu.

Em "Auga seca", o "thriller" policial que aborda o tráfico de armas e que a RTP pretende estrear no final do ano, Joana Santos dá vida a Laura, a melhor amiga da protagonista, Teresa, papel de Victoria Guerra, atriz que teve a responsabilidade de motivar a amiga para esta coprodução luso-espanhola.

"O que me puxou para fazer este projeto foi a Victoria, o facto de ser uma série fora de Portugal e a personagem ser fisicamente diferente do que fiz até agora", justifica. "[Laura]tem um bar em Vigo e reencontra Teresa após a morte do irmão dela. Ela é um bocadinho o grilo falante da história", conclui.

Com as gravações de "Auga seca" a acontecerem em Vigo, na Galiza, Joana Santos teve de se afastar do seu filho de dois anos, Ari, fruto da relação com Simão Cayatte. Mas tudo correu bem. "Enquanto mãe não foi assim tão mau, porque eu ia dois dias a Vigo e voltava para Lisboa. Geri as coisas perfeitamente. E até consegui dormir à noite", brinca a atriz.