Celebridades

Luis Fonsi: "Gostava de conhecer Cristiano Ronaldo"

Luis Fonsi: "Gostava de conhecer Cristiano Ronaldo"

No Porto, o autor de "Despacito" disse-se honrado pelo apoio dos portugueses e orgulhoso por o craque cantar as suas músicas.

No âmbito da digressão pela Europa, Luis Fonsi fez escala no Porto para um espetáculo especial no Parque da Cidade. O artista porto-riquenho, de 41 anos, foi a grande estrela do Festival da Comida Continente. Naquela que foi a segunda vez em Portugal, confessou-se "emocionado por ver tanta gente cantar" as suas músicas. "Sinto-me honradíssimo por voltar e contar com o apoio dos portugueses. Abriu-se uma porta e espero que aconteça mais", afirmou em conversa com o JN.

Em 2017, Luis Fonsi atuou em Gondomar e em Lisboa, quando "Despacito" dava ritmo ao genérico da novela da TVI "A herdeira", deixando-o "muito orgulhoso". "Encanta-me que a minha música seja escolhida para acompanhar histórias, reais, da televisão ou do cinema", assumiu. A cantiga "nasceu de um sonho" e não tardou a ser um fenómeno no Mundo inteiro, mesmo que admita que "não há uma fórmula" numa carreira já com 20 anos e um Grammy latino. E a verdade é nem os famosos escapam às notas do seu reggaeton-pop.

Cristiano Ronaldo admitiu, em 2010, que Luis Fonsi estava entre os seus artistas favoritos e até chegou a gravar vídeos quando interpretava os seus temas a caminho dos treinos. E a admiração é mútua, apesar de nunca se terem cruzado. "Sou louco pelo Cristiano Ronaldo futebolisticamente falando, mas não o conheço pessoalmente. Ainda não tive oportunidade, mas gostaria muito. Já o vi a cantar as minhas canções e é uma coisa que me alegra muito. Ele é um grande líder, um campeão, e eu gostaria de o abraçar e felicitar", partilhou o músico.

O último trabalho de Luis Fonsi chama-se "Vida" e é um espelho da sua existência. Afinal, "a minha vida é como um livro, tem muitos capítulos, com altos e baixos, momentos doces e momentos azedos, e as minhas canções são isso, nem todas são alegres, nem todas são tristes", justificou.