Processo

Tiger Woods ilibado de responsabilidade em morte de jovem embriagado

Tiger Woods ilibado de responsabilidade em morte de jovem embriagado

O golfista norte-americano Tiger Woods deixou de estar envolvido no processo da morte de um funcionário do seu restaurante, num acidente de viação, depois de os pais da vítima não terem incluído o seu nome na queixa formal.

No processo aberto em maio, Woods figurava como responsável pela morte de Nicholas Immesberger, num acidente de viação em dezembro de 2018, quando a vítima conduzia alcoolizada.

Os pais da vítima acusaram o golfista e a namorada, Erica Herman, gerente do restaurante, de terem servido demasiadas bebidas alcoólicas ao filho, que sabiam ter problemas de alcoolismo.

Na queixa agora apresentada em tribunal pelos pais de Immesberger, não figura o nome de Tiger Woods, mantendo-se, no entanto, as acusações contra o restaurante e a sua namorada.