EUA

James Franco chega a acordo com estudantes que o acusaram de abuso sexual

James Franco chega a acordo com estudantes que o acusaram de abuso sexual

As atrizes e ex-alunas da escola fundada por James Franco, Studio 4, retiraram as queixas contra o ator norte-americano. Sarah Tither-Kaplan e Toni Gaal acusaram, em 2019, James Franco de conduta sexual inapropriada.

Segundo a BBC, em 2019, Sarah Tither-Kaplan e Toni Gaal acusaram o ator de tentar "criar um canal de mulheres jovens que eram submetidas à sua exploração sexual pessoal e profissional em nome da educação". James Franco foi acusado de intimidar as futuras atrizes e de as obrigar a fazer cenas de sexo explícitas durante as aulas.

Após vários meses de negociação, as ex-alunas chegaram a um acordo com James Franco, que negou sempre as acusações. O acordo será submetido para aprovação preliminar do Tribunal até 15 de março.

Em 2018, o ator norte-americano ganhou um Globo de Ouro pelo seu papel no filme "Um Desastre de Artista" e em 2011 foi nomeado para o Oscar de melhor Ator Masculino pelo papel no filme "127 Horas", dirigido por Danny Boyle.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG